Você está em: Portal Diabetes > O Diabetes na Família > O Diabetes em Crianças e Adolescentes > Um Pouco Sobre o Diabetes Juvenil

Um Pouco Sobre o Diabetes Juvenil

Em seu corpo, há um pequeno órgão chamado pâncreas, que se localiza exatamente ao lado e um pouco abaixo de seu estômago. O pâncreas tem células beta que produzem insulina, que ajuda seu corpo a obter o açúcar necessário para energia. As pessoas com diabetes ou não têm qualquer insulina, ou não têm insulina o suficiente ou a insulina que elas têm não funciona muito bem, assim muito açúcar permanece na corrente sanguínea.

O que é glicose?

Quando você come, os alimentos são digeridos e o açúcar dos alimentos viaja através da corrente sanguínea para as partes de seu corpo que precisam dele. A forma simples de açúcar é chamada glicose, a principal fonte de energia de seu corpo.

O que é diabetes tipo 1?

O diabetes tipo 1 pode ser diagnosticado em qualquer idade, porém, mais frequentemente inicia em pessoas mais jovens, que é o motivo de, às vezes, ser chamada de diabetes juvenil. No diabetes tipo 1, seu pâncreas não produz mais insulina. Isto ocorre porque seu sistema imune está atacando as células beta em seu pâncreas que são as produtoras de insulina. Os sintomas do diabetes tipo 1 são: urinar bastante (chamado de poliúria, que significa urinação elevada), sentir muita sede (chamado de polidipsia, significando sede elevada) e comer muito (polifagia, que significa comer exageradamente).

O que é diabetes tipo 2?

Embora o diabetes tipo 2 seja mais comum em adultos, crianças também podem portá-la. No diabetes tipo 2, seu pâncreas não consegue produzir insulina para manter as necessidades de seu corpo ou seu corpo não utiliza a insulina muito bem. O tipo 2 é o tipo mais comum de diabetes e está relacionado ao histórico familiar, estar com sobrepeso e à falta de atividades físicas.

Por que eu tenho diabetes?

A verdade é, ninguém sabe exatamente o motivo de algumas crianças terem diabetes e outras não. Uma coisa é certa – você não fez nada de errado para ter diabetes. Na verdade, não há nada que alguém poderia ter feito para evitar que isso ocorresse.