Você está em: Portal Diabetes > Nutrição e Saúde > Exercícios > Administrar o impacto da sua glicemia

Administrar o impacto da sua glicemia

Entendendo os efeitos do exercício sobre o uso de energia pelo músculo

Em repouso, os músculos precisam apenas de uma pequena quantidade de energia, que obtêm pela metabolização da gordura.1 Isso muda durante o exercício, pois o tecido muscular requer mais energia para funcionar. Durante exercícios de intensidade moderada, como uma caminhada rápida, os músculos usam quantidades iguais de gordura e carboidratos (armazenados na forma de glicogênio no músculo) para obter energia. Durante exercícios de alta intensidade, os músculos usam cada vez mais carboidratos (glicogênio) como combustível. Quando o glicogênio do músculo é esgotado, a glicose do sangue torna-se a principal fonte de energia para o músculo. Essa troca pode causar hipoglicemia (baixa de glicose no sangue).

Em resposta à diminuição dos níveis de glicose no sangue, o fígado produz mais glicose, que é liberada para a corrente sanguínea.1 Após o exercício, mais glicose é liberada para permitir que os tecidos musculares reconstruam suas reservas de glicogênio, o que costuma levar de 12 a 24 horas. Dependendo da intensidade e duração do exercício, esse processo pode resultar em hipoglicemia ou hiperglicemia (glicose alta no sangue).

Recomendações para se exercitar com segurança

Para as pessoas com diabetes, é essencial se exercitar com segurança para reduzir o risco de hipoglicemia durante ou após o exercício e de hiperglicemia após o exercício.

É seguro se exercitar quando você tem diabetes tipo 1? Sim, desde que você entenda e siga essas orientações simples. Elas podem ajudá-lo a controlar sua glicose no sangue quando você se exercitar.

Monitore seus níveis de glicose no sangue

Monitorar a glicose no sangue é essencial, pois sua resposta de glicose no sangue varia, dependendo da intensidade e duração do exercício. Monitore, antes, durante e por várias horas após o exercício para aprender como os diferentes níveis de exercício afetam sua glicemia.

Tenha carboidratos de ação rápida com você

Sempre tenha alguns comprimidos de glicose no caso de você precisar tratar a hipoglicemia. Comprimidos de glicose são a maneira mais rápida e conveniente para aumentar seu nível de açúcar no sangue caso ele caia.

Reduza a sua dose habitual de insulina

A redução específica da dose de insulina depende do tipo de insulina que você usa e da hora do dia que você se exercita. Converse com seu médico para determinar quanto você deve ajustar a sua dose de insulina para se exercitar. Uma pequena dose de insulina após o exercício pode prevenir a hiperglicemia.

Planeje o exercício

Exercitar-se quando os níveis de insulina estão mais baixos (de manhã, antes da primeira dose do dia) minimiza o risco de hipoglicemia. Se você for se exercitar mais tarde, espere pelo menos 2 horas após a injeção de insulina do horário das refeições.

Coma antes e durante o exercício

Se a sua glicemia estiver abaixo de 101 mg/dL (5,6 mmol/L), coma antes e durante o exercício.1 Há muitos tipos de lanches portáteis disponíveis, desde barras de cereais e pacotes de nozes e castanhas até frutas cortadas e pedaços de queijo. Esteja você trabalhando ou na academia, percorrendo uma trilha ou simplesmente caminhando pelo bairro, é importante adequar os alimentos à sua rotina.

Beba líquidos em abundância1

Quando você se desidrata, seu sangue perde fluidos, tornando-se mais espesso e concentrado. Como resultado, a sua glicemia aumenta. Por isso, é importante beber água antes do exercício, e levar uma garrafa com você, especialmente para períodos mais longos de exercício.

Mexa-se!

Agora que você já sabe como controlar sua glicemia durante o exercício, já está pronto para começar.3 Escolha uma atividade física que você goste, ou tente uma nova atividade, mas lembre-se de aumentar a intensidade e duração gradualmente. Finalmente, se estiver tendo problemas para controlar sua glicose no sangue, fale com o seu profissional de saúde.

As informações aqui apresentadas não devem ser interpretadas como conselhos médicos. A Bayer recomenda que você consulte o seu profissional de saúde.

Fontes:

1. Exercise and blood sugar management in type 1 diabetes. BC Endocrine Research Foundation, Vol 4, No 2; Summer Solstice, 2002. Disponível em: http://www.bcendocrineresearch.com. Acessado em 15 de agosto, 2010.

2. Physical activity and diabetes management. Canadian Diabetes Association. Disponível em: http://www.diabetes.ca. Acessado em 15 de agosto, 2010.

3. Diabetes, exercise & you. Vancouver Coastal Health. Disponível em: http://vch.eduhealth.ca. Acessado em 15 de agosto de 2013.